G

Gerotoxon

Ou arco senil. Anel opaco, branco-acinzentado, de 1-2 mm, avascular, devido à senescência. Forma um arco completo um anel opaco esbranquiçado na região periférica da córnea na junção esclerocorneal, ao redor da íris.

Glândula Lacrimal

Glândula situada debaixo da pálpebra superior, no ângulo supero-externo da órbita. Responsável pela produção da lágrima, que dela escorre para a parte anterior do olho, lubrificando e protegendo-o.

Glaucoma

Neuropatia óptica intraocular, crônica, caracterizada por um aumento da escavação e atrofia do disco óptico, perda do campo visual e habitualmente aumento da PIO (pressão intraocular).

Glaucoma Congênito

Patologia em que existe uma malformação importante do ângulo iridocorneano. Caracteriza-se pelo fato da íris não se inserir habitualmente no corpo ciliar, mas adiante da trabécula escleral. Ocorre igualmente uma ausência do esporão escleral.

Glaucoma de Tensão Normal

Forma de glaucoma semelhante ao glaucoma crônico de ângulo aberto, mas que se caracteriza pela ausência de aumento de PIO (pressão intraocular).

Glaucoma Maligno

Quando um glaucoma não responde à terapêutica anti-hipertensiva ocular convencional. Nos deparamos com uma câmara anterior estreita, PIO (pressão intraocular) normal ou aumentada e má resposta aos mióticos. Ocorre espontaneamente ou após uma cirurgia da catarata, trauma, inflamação intraocular, descolamento de retina ou oclusão da veia central da retina.

Glaucoma Neovascular

Glaucoma secundário provocado pela formação de uma membrana fibrovascular, recobrindo a trabécula.

Glaucoma Pigmentar

Forma de glaucoma secundário, com ângulo aberto, sendo provocado por uma dispersão de pigmento no segmento anterior do globo ocular.

Gonioscopia

Exame direto do ângulo iridocorneano, através de um sistema óptico, permitindo verificar o seu grau de abertura, sendo necessário um dispositivo especial próprio para esse fim, que dá uma imagem indireta, sendo utilizada habitualmente a lente de três espelhos de Goldmann. O exame com a lente de Goldmann permite identificar a estrutura anatômica do ângulo… leia mais »

Grau

Na linguagem técnica, a comunicação entre o oftalmologista e a ótica é feita por códigos; estes são números que equivalem ao grau de correção das suas lentes. Ao invés de dizermos que uma pessoa tem cinco graus, o correto seria cinco dioptrias. Podemos ter graus – ou dioptrias – para longe e para perto.

Vamos agendar
a sua consulta?