N

Não Concomitante (Esotropia)

Desvio torcional, ou seja está dentro das classificações e tipos de dos estrabismos = desvios dos olhos.

Nervos Oculomotores ou Motores Oculares Comuns

Terceiro par de nervos cranianos, são responsáveis pela maior parte da movimentação ocular extrínseca, pois levam fibras motoras aos músculos extraoculares, além de fibras parassimpáticas à pupila e ao corpo ciliado.

Nervos Ópticos

Segundo par de nervos cranianos, transmitem os impulsos visuais.

Nervos Patéticos

Quarto par de nervos cranianos, inervam o músculo oblíquo superior do olho.

Neurite Óptica Retrobulbar

Quadro clínico em que ocorre uma inflamação do nervo óptico e é associado à diminuição intensa da acuidade visual, escotoma central e ausência de sinais oftalmoscópicos visíveis inicialmente. A causa mais frequente esclera em placas, mas As causas da neurite óptica nem sempre são encontradas. Outras etiologias englobam a esclerose múltipla, infecções virais como a varicela, caxumba e herpes, além de outras afecções inflamatórias como a sífilis, tuberculose e sarcoidose, por exemplo.

Neurorretinite

Inflamação do nervo óptico e retina adjacente.

Neutralização (na Ambliopia)

Neutralização sistemática cortical das vias aferentes na infância, em que o cérebro anula total ou parcialmente a imagem transmitida por um olho.

Nevo de Ota

Pigmentação anormal no território do trigêmeo, com pigmentação da esclera.

Nictalopia

Também conhecida como cegueira noturna, é a dificuldade de enxergar em locais com luminosidade reduzida.

Nistagmo

São movimentos oculares rítmicos, caracterizados por dois movimentos rápidos, sucessivos, de sentido oposto. Segundo a direção do nistagmo, distinguem-se em: nistagmo simples (horizontal, vertical e rotatório) ou complexos (horizontais rotatórios).

Nomograma de Assis

Cálculo aritmético que corrige as diferenças de dioptrias esféricas do nomograma original do laser Allegretto WaveLight 200Hz, 400Hz e 500Hz, nos tratamentos em módulo F-CAT (Fine Customized Ablation Treatment) para modificação negativa do valor de Q (Q Value) usado nos tratamentos de presbiopia e para compensação refracional frente à variação do valor de Q nos tratamentos personalizados guiados por topografia.

Nonoftalmia

Alteração no desenvolvimento do globo ocular após o fecho da fenda fetal, levando à formação de um olho com pequeno comprimento axial e um cristalino de tamanho relativamente normal.

Nubécula

Ou nefélio, belida. Opacidade (mancha) na membrana de Bowman (na córnea).

Vamos agendar
a sua consulta?