Complicações no pós-operatório da Cirurgia de Catarata

Atualizado em: 23 de outubro de 2017

A Catarata é uma das principais causas de cegueira reversível em todo o mundo. Estima-se que 20 milhões de pessoas (mais da metade da população com cegueira) são, hoje incapazes de enxergar nitidamente devido a essa doença. À medida que a população envelhece, a Catarata torna-se cada vez mais comum: seu início geralmente se dá após os 60 anos, podendo acontecer antes. Uma das principais preocupações de quem vai enfrentar o tratamento dessa doença são as possíveis complicações da cirurgia de Catarata no pós-operatório. Neste artigo, você fica sabendo como é a recuperação no pós-operatório, quais são as complicações que podem surgir, quais os riscos e como elas podem ser manejadas.

Pós-operatório Cirurgia de Catarata

Recuperação da visão após a cirurgia de Catarata

A principal dúvida do pós-operatório de Catarata é quanto tempo o paciente leva para recuperar a visão depois do procedimento.

A Cirurgia de Catarata é, hoje, bastante simples para o paciente. Com a tecnologia do IOC, a cirurgia leva aproximadamente 6 a 8 minutos e, 30 minutos após o procedimento cirúrgico, o paciente já tem alta e vai para casa sem curativo. Com a moderna tecnologia disponível, não é necessário realizar pontos de sutura durante a cirurgia, nem de curativos no pós-operatório.

A recuperação da visão no pós-operatório da cirurgia de Catarata é bastante rápida. A visão no primeiro dia ainda é turva, impedindo a visualização de pequenos detalhes, mas melhora bastante no dia seguinte. Televisão e computador podem ser utilizados desde o início, mas de forma moderada. Não há restrição ao banho, desde que os olhos não sejam esfregados ou secados com vigor. Levantar pesos, abaixar para amarrar os sapatos ou pegar uma criança no colo só estão liberados na segunda quinzena após a cirurgia. Cozinhar (ou o vapor das panelas) não são um problema.

O prazo ideal para a realização da cirurgia de catarata no segundo olho é entre uma e duas semanas.

Quais são as restrições no pós-operatório?

Para garantir uma recuperação ideal após a cirurgia de Catarata, existem algumas restrições a serem levadas em consideração:

  • Evitar exercícios pesados durante o primeiro mês de pós-operatório.
  • Não coçar os olhos.
  • Não dirigir no primeiro dia.
  • Evitar entrar em piscinas ou banheiras durante a primeira semana, para reduzir o risco de infecção.

Quais complicações do pós-operatório de Catarata podem surgir?

Edema Macular Cistóide

Essa complicação surge, em geral, dentro de 4 a 6 semanas de pós-operatório, com o sintoma de redução da acuidade visual (visão embaçada). O diagnóstico pode ser feito através de exames como a Angiografia Fluoresceínica e a Tomografia de Coerência Óptica (TCO), ambos exames disponíveis no IOC.

A causa do Edema Macular Cistoide parece ser um processo inflamatório exagerado no pós-operatório de cirurgia de Catarata, que leva um inchaço da região da mácula, no fundo de olho. Portanto, o tratamento visa conter a cascata inflamatória com o uso de antiinflamatórios e corticoides tópicos.

Edema de Córnea

Em alguns pacientes específicos, como aqueles que já apresentam alguma doença corneana antes da cirurgia ou em cirurgias muito traumáticas, a Córnea também pode sofrer um processo inflamatório exagerado, levando ao seu inchaço. O sintoma também será a visão turva no pós-operatório. Geralmente, o Edema de Córnea se resolve dentro de alguns dias, mas é importante avisar o seu médico sobre quaisquer sintomas.

Usar corretamente os colírios receitados para o pós-operatório e respeitar as restrições temporárias reduzem significativamente o risco dessas complicações.

Os pacientes submetidos à cirurgia de Catarata podem ainda enfrentar duas complicações sérias: o Descolamento de Retina e a Endoftalmite. Mas fique tranquilo(a): apesar de graves, essas complicações são bastante raras.

Endoftalmite

Menos de uma em cada mil pessoas terá infecção no pós-operatório da Cirurgia de Catarata. Apesar de rara, esta é uma complicação temida e deve ser tratada com a maior rapidez possível, para que o reforço de colírios antibióticos controlem o quadro infeccioso. Os sintomas que merecem atenção e pronta informação ao médico são: Os sintomas incluem:

  • Piora da visão;
  • Dor;
  • Olho vermelho;
  • Inchaço nas pálpebras.

Quando presentes os sintomas devem serem informados prontamente à equipe. Novos antibióticos podem ser acrescentados ao tratamento, que costuma ser controlado em um a dois dias. Outros procedimentos podem ser sugeridos pela equipe médica.

Descolamento de Retina

Apenas 0,4% das pessoas submetidas à cirurgia de Catarata terá Descolamento de Retina nos cinco anos e meio que se seguem após o procedimento. Em termos práticos, isso significa um aumento de risco de apenas 2,3 vezes comparado à população que nunca se submeteu a essa cirurgia. Os principais sintomas são:

  • Flashes de luzes;
  • Aumento repentino das moscas volantes (manchas escuras se movendo no campo de visão);
  • Redução da acuidade visual.

Esta também é uma complicação grave, mas uma avaliação pré-operatória cuidadosa é capaz de reduzir as chances do seu surgimento e permitir o tratamento de algumas lesões da Retina antes mesmo da cirurgia. Ela ocorre principalmente em pacientes com um alto grau de Miopia ou em cirurgias complicadas.

Visão embaçada após a cirurgia de Catarata pode ocorrer?

Durante a cirurgia de Catarata, após a remoção do Cristalino opaco, é inserida uma Lente Intraocular para substituí-lo.

Porém, a cápsula posterior (parte do invólucro natural da Catarata) é preservado para abrir a lente intraocular no seu interior.

Assim, a cápsula posterior está exposta à possibilidade de fibrose e opacificação, que podem levar a uma redução da qualidade visual futura. Quanto mais jovem o paciente durante a cirurgia, maiores as chances da opacificação desta cápsula posterior.

Nesses casos, o tratamento é simples e é realizado na sala de consulta através de um procedimento conhecido por Capsulotomia Posterior, onde é feito um corte circular a laser na cápsula posterior, permitindo que a luz volte a passar pela região.

Como evitar essas complicações do pós-operatório?

A redução das complicações do pós-operatório de Cirurgia de Catarata iniciam desde o primeiro atendimento. No IOC, você conta com uma equipe especializada e com grande experiência no diagnóstico, abordagem e tratamento da Cirurgia de Catarata.

Uma boa anamnese aliada ao uso de tecnologias avançadas de exames diagnósticos permitirão que nossa equipe detecte as alterações dos seus olhos e da sua saúde que possam predispor a complicações. Assim, é possível estar um passo à frente desses problemas.

Além disso, no IOC, você será acolhido não só antes e durante a sua cirurgia, como também no pós-operatório. Iremos indicar os colírios que deverão ser usados e o momento de trocá-los. Através das consultas de pós-operatório, iremos avaliar a situação dos seus olhos após a cirurgia e detectar prontamente a existência de qualquer tipo de complicação, que poderá ser tratada da maneira mais adequada.

Se você tem interesse em realizar a cirurgia de Catarata ou se já a realizou e está apresentando algum sintoma oftalmológico, agende sua consulta no IOC e venha conhecer nossa equipe especializada, pronta para te atender. Estamos esperando por você.



Vamos agendar
a sua consulta?

(41) 3322-2020

clique para ligar

Entre em contato

    Dúvidas? Converse conosco ao vivo
    Dúvidas? Converse conosco ao vivo
    Seja bem-vindo(a) ao IOC. Como posso lhe ajudar?
    Conectando...
    Nenhum dos nossos operadores estão disponíveis no momento. Deixe sua mensagem abaixo e responderemos por email assim que possível.
    Nossos operadores estão ocupados. Por favor, tente novamente mais tarde
    :
    :
    :
    Você tem uma dúvida? Escreva para a gente!
    :
    :
    Esta sessão de chat foi finalizada