Dor nos olhos: o que pode ser?

Atualizado em: 17 de dezembro de 2018

A maior parte das pessoas já se deparou ou irá se deparar com dor nos olhos em algum momento de suas vidas. Na maior parte das vezes, a dor ocular não indica uma doença mais grave e pode ser o resultado do cansaço, bem como do uso inadequado de óculos ou lentes de contato. Porém, em casos específicos, a dor no olho esquerdo ou direito pode ser um sintoma de uma doença ocular subjacente que requer tratamento. Nesse artigo, vamos esclarecer algumas das doenças e situações que causam dor ocular e visão embaçada ou turva.

Causas de dores nos olhos

Que áreas dos nossos olhos “sentem” dor?

O olho é um órgão extremamente desenvolvido, composto por diferentes tipos de tecidos e células.

A percepção da dor, tanto no olho como no resto do corpo, acontece através do Sistema Nervoso. Neurônios com propriedades específicas inervam várias regiões dos olhos, tais como a Córnea (primeira e mais externa lente do nosso olho), a Esclera (parte branca dos olhos) e a Conjuntiva (uma fina membrana que recobre a superfície interna das pálpebras e a Córnea). Tais neurônios capazes de gerar dor quando estimulados são chamados de nociceptores.

O olho em si dói em raras situações: após sofrer um trauma, após alguma cirurgia, numa crise aguda de Glaucoma ou se tiver uma infecção.

Quais as causas de dor ocular?

Diversos tipos de fibras nervosas inervam as várias regiões dos nossos olhos e cada tipo de fibra responde a um estímulo específico. Assim, temos fibras sensíveis à pressão mecânica, às moléculas liberadas durante um processo inflamatório ou alérgico e às mudanças de temperatura. Quando qualquer uma dessas fibras nervosas estão ativadas, a dor pode surgir.

A causa mais frequente de dor nos olhos é a falta de óculos em pacientes com Hipermetropia. Leituras demoradas com óculos defasados também pode causar dor nos olhos.

Além disso, a dor nos olhos tem causas inflamatórias, isquêmicas e até mesmo neoplásicas. As causas verdadeiramente oftalmológicas incluem:

A Ceratoconjuntivite seca é uma das causas mais frequentes de desconforto e dor nos olhos e é desencadeada por tarefas que diminuem a frequência do piscar de olhos, como o uso intenso do computador ou leitura por tempo prolongado. O olho seco também é uma das características de uma doença reumatológica autoimune conhecida por Síndrome de Sjögren.

O Glaucoma de ângulo fechado, outra causa importante de dor ocular, pode surgir acompanhado de outros sintomas, como diminuição da acuidade visual, halos coloridos em torno de lâmpadas acesas, dores de cabeça e redução da visão periférica. A crise de glaucoma costuma apresentar dor ocular e de cabeça latejante e intensa, podendo vir acompanhada de náuseas ou vômitos. Esta é uma emergência oftalmológica que deve ser tratada de modo precoce para evitar lesões irreversíveis do nervo óptico e da visão.

Dor no olho pode ter causa neurológica

Além das alterações de origem ocular, a dor nos olhos ou ao seu redor pode ser um sintoma de doenças neurológicas. Nesse caso, existem principalmente 4 possibilidades:

  1. Enxaqueca: este é o tipo de dor de cabeça que mais comumente causa dor ocular. Além de dor nos olhos (geralmente latejante) pode causar ainda fotofobia (piora da dor na exposição à luz e necessidade de manter-se em um local escuro e isolado para alívio do desconforto) e, em certos casos, náuseas e/ou vômitos.
  2. Cefaleia em salvas: outro tipo de dor de cabeça, afeta mais homens do que mulheres, acometendo geralmente adultos jovens. A dor é intensa, com episódios durando de 15 minutos a duas horas, podendo estar associada a lacrimejamento, coriza nasal e síndrome de Horner (queda da pálpebra superior no lado da dor, transpiração diminuída no lado da face acometida, miose – constrição da pupila – e afundamento do olho. Porém, nem todos os sintomas devem estar presentes.
  3. Neuralgia do trigêmeo: é responsável por uma das crises de dor nos olhos mais intensas, causando uma dor em queimação ou em choque, extrema e esporádica. A dor se repete em crises durante o dia, em geral com poucos minutos de duração. Ela pode ter um fator desencadeante por vibração ou contato como pentear os cabelos, um toque na região da têmpora, um vento frio ou ao escovar os dentes. A dor pode envolver a região ocular ou outras regiões da face, geralmente em apenas um dos lados do rosto.

Se você apresenta um quadro de dor nos olhos e visão embaçada, principalmente se ela for intensa e acompanhada de outros sinais e sintomas aqui descritos, é importante procurar um pronto-atendimento oftalmológico para realizar o seu diagnóstico.

No IOC, você tem à disposição o IOC Agile, um pronto-atendimento localizado no centro de Curitiba. Não é necessário agendar uma consulta: basta comparecer e você será atendido, de segunda a sexta das 8h-21h e sábados até as 13h. O IOC Agile encontra-se na  Rua Brigadeiro Franco, nº 2848 – Curitiba/PR e conta com estacionamento no local. Estaremos aguardando por você com uma equipe experiente de oftalmologistas prontos para realizar o seu diagnóstico e tratamento adequados.

Vamos agendar
a sua consulta?

(41) 3322-2020

clique para ligar