Como posso evitar doenças nos olhos?

Atualizado em: 17 de outubro de 2017

evitar doenças nos olhos

Naturalmente, todos nós temos um cuidado especial com os nossos olhos, pela grande importância da visão nas nossas vidas. O olho reage pronta e energicamente quando agredido, informando com bastante alarde quando algo não está bem.

A diminuição da visão, a presença de um corpo estranho, a ardência de uma irritação, o olho vermelho e a presença de lacrimejamento são sinais e sintomas que rapidamente nos mobilizam para procurar um especialista.

Por outro lado, algumas raras doenças podem se instalar sem os costumeiros e propositais sinais de alerta que nos chamam prontamente a atenção. O Glaucoma de Ângulo Aberto é um bom exemplo disso. Por conta destas doenças oftalmológicas silenciosas, os adultos sem histórico prévio de doenças oftalmológicas se beneficiam da realização de um exame oftalmológico anual como uma boa maneira de prevenir e evitar doenças nos olhos. Para te ajudar a manter a visão sempre saudável, separamos mais dicas para evitar doenças oculares. Confira:

1. Não use colírios sem orientação médica

Muitas pessoas acreditam que se usarem colírios estarão cuidando melhor dos seus olhos e, por isso, irão evitar doenças nos olhos. Ledo engano: o melhor colírio é a própria lágrima.

A lágrima é responsável por lubrificar e proteger os olhos. Na sua composição existe uma grande concentração de anticorpos e outras substâncias responsáveis por umedecer e lubrificar de forma ideal a Córnea e a Conjuntiva, que são as porções do olho em contato com o meio externo. Todos os colírios têm na sua composição substâncias químicas e artificiais, muito benéficas quando necessárias, mas que podem trazer prejuízos quando usadas de forma indiscriminada e desnecessária. Alguns destas substâncias podem, inclusive, apressar o aparecimento de Catarata e predispor ao Glaucoma.

De modo geral, qualquer substância em contato com os olhos provocará uma reação do organismo. Por isso, antes de usar qualquer tipo de colírio, é fundamental procurar uma orientação oftalmológica. Mesmo um sintoma aparentemente inofensivo como a vermelhidão, pode esconder doenças mais graves que poderão ser identificadas ainda no início, tomados os devidos cuidados.

2. Não coce os olhos

Coçar os olhos pode ser extremamente prejudicial. Cortar esse hábito é um importante passo para evitar doenças nos olhos.

Crianças e adolescentes portadores de doenças alérgicas (como Rinite Alérgica e Dermatite Atópica) podem sofrer constantemente com espirros, coriza, alterações da pele e, além destes problemas, também a Conjuntivite Alérgica, o que os faz coçar os olhos de forma copiosa e vigorosa. A Conjuntivite Alérgica e o processo de coçar os olhos é um dos principais fatores que predispôem ao Ceratocone, uma doença que deforma o formato natural da Córnea (a lente mais externa do olho), que passa a adquirir o formato de cone.

Existem colírios anti-alérgicos que amenizam a coceira e impedem o aparecimento e a progressão do Ceratocone. Em todos os casos, as coceiras nos olhos devem ser investigadas. Se este for o caso, não hesite em procurar um médico oftalmologista.

3. Sempre use óculos com proteção UV

A função dos óculos escuros é proteger os olhos dos raios solares. Quando eles são cobertos por lentes sem proteção UV, o dano pode ser maior do que sem os óculos. Com o passar dos anos e a exposição prolongada à radiação ultravioleta, os sintomas de doenças como a Degeneração Macular e da Catarata podem surgir. Os óculos de sol baratos (e, por isso, com lentes de baixíssima qualidade) podem custar caro à sua saúde. Por isso, para evitar doenças nos olhos, use sempre óculos com lentes de qualidade e que forneçam proteção UV.

4. Use óculos de proteção na prática do squash

A bola de squash pode atingir o olho de maneira agressiva e com alto impacto durante uma partida deste esporte. Para os esportistas que se aventuram nesta prática, existe à disposição uma armação de proteção no formato de um óculos sem lentes que dá a proteção necessária para os olhos nessa modalidade de esporte.

5. Óculos de proteção no trabalho

Soldadores, esmerilhadores, cortadores de grama, pintores, lixadores, motociclistas e outros profissionais expostos ao risco de lesão ocular devem sempre usar óculos de proteção ocular, um Equipamento de Proteção Individual – EPI – fundamental a fim de evitar lesões nos olhos.

Evitar doenças oculares também é uma questão de hábitos e boas práticas que devem ser adotados diariamente. Acima de tudo é preciso cuidar para que os olhos se mantenham sempre saudáveis. Por isso, fique atento às pequenas atitudes que possam prejudicar a sua saúde ocular. E a qualquer sinal de incômodo, vermelhidão, ou sintomas incomuns, procure o seu médico oftalmologista.

Se você apresenta qualquer tipo de sintoma oftalmológico ou já tem uma doença ocular e deseja realizar o seu acompanhamento, o IOC tem à disposição uma equipe de oftalmologistas experientes e tecnologia de ponta para atender às suas necessidades e indicar o melhor tipo de tratamento para seu caso. Realize o agendamento de sua consulta no formulário abaixo e estaremos esperando pela sua visita.

 



Vamos agendar
a sua consulta?

(41) 3322-2020

clique para ligar

Entre em contato

    Dúvidas? Converse conosco ao vivo
    Dúvidas? Converse conosco ao vivo
    Seja bem-vindo(a) ao IOC. Como posso lhe ajudar?
    Conectando...
    Nenhum dos nossos operadores estão disponíveis no momento. Deixe sua mensagem abaixo e responderemos por email assim que possível.
    Nossos operadores estão ocupados. Por favor, tente novamente mais tarde
    :
    :
    :
    Você tem uma dúvida? Escreva para a gente!
    :
    :
    Esta sessão de chat foi finalizada